REDUÇÃO 2 sombra.png
  • Daniela Barros

Chiara Lubich: uma mulher à frente de seu tempo



No mês “dedicado” às mulheres, escolhi trazer a figura de Chiara Lubich, que neste ano celebra-se o seu centenário de nascimento. É possível que muitos dos leitores não a conheçam e questionem o motivo pelo qual dedico esse artigo a ela. Chiara Lubich é uma mulher italiana, uma mística dos tempos atuais, fundadora do Movimento do Focolares.


Quando jovem intuiu o carisma da Unidade, seu propósito e estilo de vida. Através dessa espiritualidade nova na Igreja, soube dialogar com cristãos de outras denominações, como anglicanos, ortodoxos e luteranos; com representantes das grandes religiões, como budistas, hinduístas, muçulmanos, entre outras; e com pessoas que não creem em Deus. Recebeu 15 títulos de doutorado Honoris causa. Em 1977, o Prêmio Templenton por sua contribuição excepcional para a afirmação da dimensão espiritual da vida e, em 1996, o prêmio UNESCO da Educação para a Paz.


Muitas das grandes manifestações políticas, culturais e espirituais da humanidade surgiram de aspectos cotidianos em contextos desafiadores. Com Chiara Lubich não foi diferente, viveu a II Guerra Mundial em Trento, uma pequena cidade no norte da Itália. Ali, ao se refugiar em abrigos antiaéreos, levava consigo somente um Evangelho de bolso. Ao lê-lo e praticá-lo diariamente junto a um pequeno grupo de jovens, compreendeu a potência dos ensinamentos e testemunhos de Jesus.


Enquanto tudo desmoronava em meio as bombas, somente o relacionamento com Deus e o amor ao próximo, de maneira concreta, davam forças para superar as adversidades em vista de um futuro de paz. Naquele contexto de destruição, fundou o Movimento dos Focolares, um propósito ardente de vida e legado de sabedoria para todas as gerações.


Conheci o Carisma da Unidade aos 16 anos e fiquei fascinada, pois me apresentaram Deus com uma nova perspectiva, de “Deus-Amor”. Desde então, experimento a “paternidade sobrenatural” e cultivo a minha inteligência espiritual, conceito recente trazido por outra mulher, Danah Zohar, física e filósofa.


Cultivar a nossa espiritualidade é poder oferecer ao mundo o que somos, de modo sério e comprometido. Chiara deixou como herança o seu testemunho de vida e doação a Fraternidade Universal, expresso na Arte de Amar: “colocar-se no lugar do outro”; “tomar a iniciativa de querer bem sem esperar nada em troca”; “acolher o outro”; “escutar com atenção”; e “comunicar-se com gentileza”.


Deixo aqui o convite para colocar em prática o legado de Chiara, uma verdadeira bússola de sabedoria, equilíbrio e Vida!


Para saber mais

História breve de Chiara Lubich: https://www.youtube.com/watch?v=sy7AzPtCPdk

VANDELEENE, M. Chiara Lubich - IDEAL E LUZ: pensamentos, espiritualidade, mundo unido. Editoras Brasiliense e Cidade Nova, São Paulo, 2003.

VERONEI, S. E a vida renasce entre as bombas. São Paulo, Editora Cidade Nova.



Dr.ª Daniela Martí Barros

Pesquisadora, professora e palestrante


[f] Facebook



#danielabarros #neurociencia #psicologia #cérebro

25 visualizações

© 2018 desenvolvido por Carpes