REDUÇÃO 2 sombra.png
  • Daniela Barros

(Re) Configurando a mente

Atualizado: Jul 28



O distanciamento social recomendado nesse período da pandemia do Coronavírus chegou de repente, trazendo implicações importantes em muitas das nossas atividades e formas de conduzir a vida.

Pensando nisso, trago aqui uma reflexão e um desafio a partir de uma frase que ouvi há poucos dias “Mudança é possível para quem sabe acessá-la”. Antes de falar na mudança propriamente dita faço uma abordagem sobre o mindset, palavra que está na moda que poderia ser traduzida por configuração da mente ou mentalidade. Existem dois tipos de mindset: fixo e em crescimento. Temos a tendência de nos classificarmos em um deles, no entanto, dependendo da situação, migramos de um para outro.

Os indivíduos com mindset fixo acreditam que a inteligência e as habilidades que possuem são inatas e não mudam, desistem mais facilmente dos desafios, ao receberem um retorno ficam na defensiva e levam para o lado pessoal e, ao cometerem erros, sentem-se inferiores. Os que se manifestam com mindset em crescimento acreditam que as habilidades e a inteligência podem ser desenvolvidas, enfrentam e persistem nos desafios, acreditam que o esforço é fundamental para o aprendizado, usam o feedback como oportunidade de aprendizado e os erros como brecha para crescer.


Na verdade, podemos desenvolver as habilidades e inteligência a cada momento com base no esforço que demandamos em cada ação. Tomar uma atitude, permite a saída da zona de conforto, aumenta a predisposição para realizar coisas diferentes. A neurociência explica isso através dos processos de neuroplasticidade no qual ativamos novas redes neurais e ampliamos o nosso repertório. Se de início esse processo é um pouco exigente e pode gerar desconforto, com o passar do tempo nos sentimos mais seguros, mais confortáveis e mais tranquilos dentro dos nossos desafios. Esse exercício aumenta a autoconfiança e expande a maneira de olharmos o mundo.

Importante lembrar que a quebra do ciclo, a mudança, é um processo e pode levar um pouco de tempo, portanto elogiar os esforços (seus, das pessoas próximas, ou até mesmo da sua equipe) aumenta e potencializa mindset em crescimento.

Dicas para reconfigurar a mente:

- Pegue papel e caneta.

- Evidencie duas situações em que você tem consciência de que seu mindset está mais para fixo do que para em crescimento. Alguns exemplos: fazer alguma coisa pela primeira vez, aprender uma nova língua, melhorar o relacionamento com uma pessoa que julga ser difícil.


- Liste ações que pode fazer para quebrar o ciclo e desenvolver o mindset de crescimento nas situações que evidenciou.

Para saber mais:

- DWECK C. Mindset: a nova psicologia do sucesso. Ed Objetiva, Rio de Janeiro, 2017.

- LENT R. O cérebro aprendiz: neuroplasticidade e educação. Ed Atheneu, Rio de Janeiro, 2019.

- MISCHEL W. O teste de marshmallow. Ed. Objetiva, Rio de Janeiro, 2016.

Dr.ª Daniela Martí Barros

Pesquisadora, professora e palestrante


[f] Facebook



#danielabarros #neurociencia #psicologia #cérebro

© 2018 desenvolvido por Carpes