REDUÇÃO 2 sombra.png
  • Daniela Barros

Risos e sorrisos



Há quase 120 dias foi decretada a pandemia do Coronavírus. Desde então estamos imersos em um cenário permeado por notícias dilacerantes que nos deixam amedrontados, tristes e que afetam diretamente a nossa saúde física e mental. Diante desse panorama trago um contraponto. O quanto estamos rindo e sorrindo?


O riso pode ser considerado um promotor de saúde, bem estar e qualidade de vida. Ele desarma, aproxima, cria relação. Rir de si mesmo, rir com os outros, liberta.


Certamente estamos experimentando fazer coisas que jamais imaginaríamos, estamos sendo desafiados. Muitas vezes acertamos, tantas outras não. Ficamos cara a cara com a nossa vulnerabilidade e nossa humanidade e temos a escolha de reduzir a rigidez conosco mesmo, com os outros e darmos uma boa risada!


Todo nosso organismo se beneficia com o riso, há um relaxamento muscular que perdura por vários minutos, em nível cerebral há o aumento de liberação de dopamina, a qual amplia o funcionamento do sistema de prazer e recompensa, bem como de serotonina as quais juntas estão diretamente relacionadas à manutenção do humor. Há a liberação de endorfinas, substâncias relacionadas ao prazer e redução da dor, cujo efeito é um pouco mais duradouro. Além disso os movimentos abdominais “massageiam” o sistema digestório, em nível respiratório ocorre o aumento da ventilação e também dos batimentos cardíacos facilitando o fluxo sanguíneo para todo o corpo. O sistema imunológico igualmente se beneficia com o riso.


Se for difícil dar uma boa risada pode-se esboçar um sorriso, ainda que tímido, relaxando os músculos da face, testa, bochechas, deixando os dentes separados. Esse meio sorriso, de início pode ser parecido com o da Monalisa, não tem problema. Pare e observe suas emoções, perceba se você está mais relaxado, pratique o meio sorriso com frequência.

Diante de tudo isso, fica o convite ria e sorria, essas ações são contagiantes!


Dicas para rir e sorrir mais:

- Busque textos cômicos.

- Assista filmes ou séries engraçadas.

- Procure (mesmo se online) pessoas que fazem você rir.


Para saber mais:

Matraca MVC, Wimmer G, de Araújo-Jorge TC. Dialogia do riso: um novo conceito que introduz alegria para a promoção da saúde apoiando-se no diálogo, no riso, na alegria e na arte da palhaçaria. Ciência e Saúde Coletiva, 16 (10), 4127-4138, 2011.

Dr.ª Daniela Martí Barros

Pesquisadora, professora e palestrante


[f] Facebook



#danielabarros #neurociencia #psicologia #cérebro #sorriso

42 visualizações2 comentários

© 2018 desenvolvido por Carpes